Manutenção preventiva e corretiva de elevadores

Tempo de leitura: 2 minutos

Quando falamos em manutenção de elevadores, podemos citar dois tipos existentes: a preventiva e a corretiva. Você sabe a diferença entre eles?

Seja qual for a modalidade, a manutenção de elevadores prediais é uma ação indispensável para garantir o transporte seguro dos usuários. 

Acompanhe nosso conteúdo e saiba mais sobre o assunto. Vamos lá?!

Manutenção preventiva de elevadores

Como o próprio nome já diz, a manutenção preventiva tem por objetivo evitar falhas e problemas na operação diária do elevador. É uma ação periódica de monitoramento, capaz de identificar peças e componentes que necessitam de ajustes, lubrificação ou substituição.

A frequência da manutenção preventiva é mensal, o que é uma vantagem do ponto de vista da programação do condomínio. Uma vez programadas as visitas do técnico responsável pelo serviço, menor o transtorno no fluxo do prédio.

Importante destacar: é um procedimento obrigatório nos edifícios residenciais e comerciais com elevadores.

Assim, além de garantir o melhor desempenho do equipamento, o condomínio cumpre com a legislação de elevadores estabelecida pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e outros órgãos reguladores.

Manutenção corretiva de elevadores

A manutenção corretiva é caracterizada por qualquer serviço cuja finalidade seja restaurar as condições ideais de funcionamento do elevador. Em outras palavras, é o ato de reparar os defeitos encontrados na manutenção preventiva.

Outro contexto para a realização da manutenção corretiva é o surgimento de falhas e avarias inesperadas. Nesse caso, o serviço deve ser feito com maior urgência, evitando que o problema se torne ainda maior e cause danos aos usuários do transporte vertical.

Reparos em elevadores

Se for realizada uma boa manutenção preventiva, a vida útil das peças do elevador será prolongada e, assim, será menor a necessidade de manutenção corretiva. Portanto, os dois serviços são integrados, embora sejam distintos.

A manutenção de elevadores residenciais ou comerciais pode explicitar a necessidade de uma reforma específica, ou global no equipamento. 

Veja, a seguir, alguns dos elementos que devem ser examinados rotineiramente e, se for o caso, passar por reparos:

  • Operador de portas e seus componentes;
  • Sistema de freio;
  • Cabos de tração;
  • Portas;
  • Quadro de comando;
  • Rolamentos;
  • Corrediças;
  • Entre outros.

Esses itens estão divididos em ajustes técnicos, tecnológicos e estéticos. Vale lembrar que a reforma estética não envolve os componentes operacionais do elevador, somente os visuais. 

Portanto, fazê-la isoladamente só é possível quando o aparelho apresenta uma performance adequada.

Empresa de manutenção de elevadores

Conhecendo os principais aspectos da manutenção de elevadores e sua periodicidade, fica mais fácil acertar na hora de contratar uma empresa especializada no assunto, não acha?

Uma coisa é fato: avaliar a proposta e a reputação das empresas de reforma de elevadores é fundamental para obter o melhor serviço em seu prédio!

Se você gostou deste artigo, aproveite para visitar nosso InstagramFacebookLinkedInYouTube ou site e confira outros conteúdos como este!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.