As principais tecnologias em elevadores

Tempo de leitura: 3 minutos

Com tantos avanços tecnológicos, estamos caminhando para um mundo cada vez mais automatizado. Já existem inúmeros recursos capazes de executar funções de modo mais inteligente e eficaz. Todos esses progressos vêm se integrando à rotina das pessoas, facilitando desde a comunicação até o transporte, como é o caso das tecnologias em elevadores.

Pouco a pouco, as inovações vão chegando a todas as áreas do mercado, e com o segmento de transportes não é diferente. A tendência é tornar os equipamentos cada vez mais eficientes e, inclusive, mais sustentáveis.

Neste artigo, abordaremos as principais inovações em transporte vertical. Acompanhe!

O que são elevadores inteligentes?

Segurança, conforto e eficiência: é isso que os passageiros esperam ao utilizar o elevador. O que acontece, atualmente, é uma potencialização dessas características, já que os elevadores inteligentes oferecem tudo isso com mais agilidade.

Um elevador inteligente dispõe de um sistema de chamada que direciona o usuário para o elevador que efetuará o transporte mais rapidamente, por estar mais próximo ao andar. Esse serviço de roteamento diminui o tempo de espera, especialmente em horários de grande fluxo, e ainda economiza energia.

O sistema pode ser aplicado a edifícios com dois ou mais elevadores, desde que eles estejam perto um do outro e atendam a todos os andares.

Elevadores e a internet das coisas

Você já ouviu falar em Internet das Coisas? O conceito vem do inglês, Internet of Things (IoT), e representa a incorporação da internet aos objetos comuns. Quer dizer, eletrodomésticos e demais equipamentos agora estão conectados, mas, geralmente, com objetivos específicos.

Essa é uma das novas tecnologias em elevadores. Nesse caso, sua finalidade é prever possíveis falhas, permitindo à equipe técnica um trabalho de reparo mais preciso e mais rápido.

As informações sobre o funcionamento do equipamento são captadas por um sensor, enviadas para uma plataforma em nuvem e analisadas por algoritmos. Com o diagnóstico, é possível que a empresa se anteceda a falhas e obtenha previsões de manutenção, o que reduz o tempo de paralisação na máquina para correções inesperadas.

A tendência contínua para elevadores verdes

Inovação e sustentabilidade podem caminhar lado a lado, exemplo disso é a tendência dos elevadores verdes.

O consumo energético do transporte vertical é significativo: corresponde a cerca de 6% dos gastos do condomínio, podendo chegar a mais de 2.000 KWh. Esse fator tem reflexos econômicos e ecológicos.

Uma possibilidade de economia de energia em elevadores modernos é o sistema regenerativo, em que o equipamento funciona como gerador de energia. Os elevadores sem cabos também reduzem o gasto energético.

Além disso, os tipos materiais utilizados, a iluminação e o sistema fazem a diferença na economia, além, claro, do uso correto do elevador.

Os elevadores mais rápidos do mundo

Agilidade também é tecnologia! Conheça os elevadores mais rápidos do mundo:

  • A Torre de Xangai possui elevador que viaja a 73 km/h;
  • A Torre Jeddah, na Arábia Saudita, faz o transporte ao último piso em 52 segundos. São mais de 36 km/h;
  • No edifício Birmann 32, em São Paulo, o transporte vertical viaja a 25 km/h.

Gostou deste conteúdo sobre tecnologias em elevadores? Acompanhe nossas redes sociais para mais artigos como esse!

Facebook

LinkedIn

Youtube

Instagram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.